Notícias

Renovar-se na Páscoa

Publicado em 17/01/2012

Quando eu era criança, tinha no Natal o momento mais mágico de todo o ano.Do ano cristão, inclusive. A Páscoa não parecia ter a mesma importância. Hoje, nós sabemos que a Páscoa é a principal festa católica. E por que será?

Jesus crucificado nos deu o maior exemplo de amor e de perdão. E o perdão tem uma capacidade de mudar a nossa vida. Perdoar alguém é tirar de nossos próprios ombros cansados a dor da raiva, do rancor, da tristeza. Perdoar é traçar uma linha entre o passado e o presente, para poder olhar para a frente com esperança.

A depressão e estresse multiplicam-se na vida moderna como se fossem normais. Vamos vivendo dia após dia, como se todos fossem iguais, no máximo à espera da sexta-feira. Mas, para uma pessoa religiosa, isso não é assim”, acredita o filósofo e professor Fausi dos Santos. 

Claro, nós católicos, sabemos que não é assim. E a Páscoa, com a ressurreição, é o ponto alto da renovação da fé e esperança para nós. Fausi diz que, quando um fiel se prepara para uma festa de âmbito sagrado onde tudo é “mágico”, dotado de espiritualidade e esperança, como a Páscoa, ele se renova, e nenhum dia é igual ao outro. “Esse indivíduo acredita que pode receber uma graça, que pode acontecer um milagre e vivência de situações intensas e diferentes”. 

Os rituais de passagem são capazes de renovar no coração do homem o seu próprio sentido de existir. A existência não se torna um tédio. “A vida atual é ordinária, no sentido de tudo ter a sua ordem determinada e igual para os dias. Mas não para um homem religioso. Toda vez que ele entra em um ambiente sagrado, algo novo acontece. Independente de você acreditar ou não, para ele é uma fonte de energização. A vida não se torna um tédio”, completa Fausi. 

Apresente seu coração a Jesus nessa preparação à Páscoa, e permita que Ele transforme, renove e preencha sua vida. Amém!

 

(parte desse texto foi retirada do site www.jcnet.com.br)

Leia Mais Notícias

Outros Destaques